Apreensão de capacitadores eletrônicos, fios condutores, drogas e celulares na região da Croeste

Domingo, 05 Novembro 2017 12:33 Publicado em Oeste Notícias Ler 100 vezes

Os flagrantes ocorreram com visitas de sentenciados nos municípios de Pacaembu, Lavínia, Martinópolis, Pracinha, Flórida Paulista, Lucélia e Valparaíso

Neste final de semana, estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) frustraram a inserção de objetos ilícitos nos presídios e que chegariam às mãos de sentenciados. As tentativas de driblar a segurança foram barradas durante os procedimentos de revista.

Vale lembrar que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.

 

Sábado (28 de outubro)

Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu – Durante os procedimentos de revista para visitar a unidade, a companheira de um reeducando demonstrou nervosismo. Ao ser questionada por servidoras, inicialmente negou portar algo proibido. Depois, após a insistência das funcionárias, acabou confessando que trazia um invólucro em sua genitália. Após retirar e entregar o objeto, verificaram que se tratava de entorpecente maconha e extrato bancário. A polícia militar foi acionada e a mulher conduzida à Delegacia de Polícia de Pacaembu, onde foi lavrado auto de prisão em flagrante. Em desfavor do sentenciado, foi instaurado Procedimento Disciplinar, sendo ele isolado preventivamente.

Penitenciária “Asp. Paulo Guimarães” de Lavínia (PIII) – A visitante A.C.A.T. foi surpreendida tentando entrar na unidade prisional com 02 (dois) aparelhos celulares envoltos em um invólucro, revestido por fita de autofusão, massa epóxi, papel carbono e grafite em pó, que trazia inserido no ânus. A apreensão foi possível graças ao acionamento do aparelho detector de metais no momento em que a visita passava por ele, ocasião em que informou que havia recebido os objetos de uma mulher que não conhecia, em Pacaembu/SP, pelo valor de R$ 1.500,00. A visita foi conduzida à Delegacia de Polícia para providências e o sentenciado isolado preventivamente em cela disciplinar.

Penitenciária “Tacyan Menezes de Lucena” de Martinópolis – Uma simples blusa se tornou um meio para tentar burlar a segurança da unidade durante visita de B.A.C. dos S. ao companheiro que cumpre pena no local. Ao realizar os procedimentos de revista na mulher, servidores notaram um volume estranho rente à costura dos botões: uma espécie de invólucro que ocultava em seu interior 16 (dezesseis) capacitadores eletrônicos, os quais seriam entregues ao sentenciado que seria visitado. Deste modo, foi instaurado um procedimento de infração disciplinar em desfavor do sentenciado e a mulher suspensa do rol de visitas.

Penitenciária de Pracinha – Cerca de 10 (dez) metros de fios condutores de energia elétrica foram interceptados antes de entrar na penitenciária. O material estava oculto na genitália de uma mulher que visitaria o companheiro no local e que, ao passar pelo detector de metais, viu o aparelho sinalizar positivamente, o que a levou a retirar e entregar o invólucro plástico onde estava o objeto. As providências administrativas foram tomadas e o sentenciado isolado para averiguações.

Domingo (29 de outubro)

Penitenciária de Flórida Paulista – Ao tentar visitar o companheiro neste domingo na unidade prisional, uma visita trazia nas partes íntimas 01 (um) celular dentro de um invólucro, porém, sua tentativa foi desmascarada quando o aparelho detector de metais começou a apitar. A mulher foi suspensa do rol de visitas e encaminhada juntamente com o objeto para a Delegacia de Polícia com fins à elaboração de Boletim de Ocorrência. Também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade do detento que receberia o aparelho celular.

Penitenciária de Lucélia – Duas visitas foram surpreendidas durante o procedimento de revista ao tentarem entrar na unidade com objetos ilícitos introduzidos na genitália. Uma delas, A.G.A, trazia consigo 01 (um) micro celular, 06 (seis) chips, 01 (um) frasco com tinta vermelha e uma porção de cocaína. A outra, L.O, trazia um invólucro contendo uma porção de cocaína e outra de maconha. Ambas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia para providências e os sentenciados, levados ao Pavilhão Disciplinar.

Penitenciária de Valparaíso – No momento em que vistoriavam a sacola (jumbo) da visitante C.O.F, Agentes de Segurança Penitenciária (ASP) encontraram vários cigarros com substância esverdeada aparentando maconha. A mulher foi encaminhada à delegacia local juntamente com os objetos apreendidos.

 

fonte: Croeste

 

Última modificação em Terça, 07 Novembro 2017 08:24