“Projeto Diálogo com a Base” faz presença na cidade de Lavínia

Quinta, 08 Fevereiro 2018 04:09 Publicado em Andradina

Na foto, o tesoureiro geral Gilberto Antônio, o colaborador Otaviano Ferreira e o conselheiro fiscal Jair Renato

SIFUSPESP realiza trabalho de aproximação com o servidor prisional no intuito de ouvir sobre suas carências e conhecer suas ideias para luta por direitos

Em continuidade ao “Projeto Diálogo com a Base” o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (SIFUSPESP) representado pelo seu tesoureiro geral Gilberto Antônio, pelo colaborador Otaviano Ferreira e o conselheiro fiscal Jair Renato, esteve nas Penitenciárias II e III da cidade de Lavínia, na última sexta-feira 02/02. O objetivo do projeto é a aproximação da categoria com o sindicato, para que o funcionalismo do sistema prisional esteja forte perante as lutas que o trabalhador enfrentará neste ano de 2018.

“Estamos percorrendo o Estado de São Paulo visitando as unidades prisionais para conversar com os servidores de igual para igual, de trabalhador para trabalhador escutando sobre seus problemas, tirando dúvidas em relação aos seus direitos, descobrindo pessoas que desejam ser atuantes nas reivindicações dos nossos direitos”, afirmou Gilberto Antônio.

Segundo o tesoureiro geral as visitas têm alcançado os objetivos, sendo produtivas, já sendo possível, inclusive, colher ideias para uma melhor organização e eficiência das lutas do servidor por sua dignidade salarial, de atendimento de saúde e de condições de trabalho. Este novo momento social em que o governo vira as costas para os funcionários e que o sindicato está em reconstrução necessita de maior participação, solidariedade e ação coletiva.

“Fomos bem recepcionados também pelas diretorias, que têm buscado dialogar conosco de maneira a facilitar possíveis negociações em prol do trabalhador, sentimos que se trata de um processo que crescerá ainda mais, e isso depende de todos nós”, relatou também.

Um dos principais pontos tocados foi a Campanha Salarial 2018, que o SIFUSPESP prepara e deseja que seja realizada com e pelo servidor. O sindicato têm convocado a categoria também a comparecer na Assembleia Geral que será realizada em março para traçar as ações da luta salarial: “É por isso que precisamos ouvir o trabalhador prisional. Ele é a voz e cabeça da luta. Por ele estamos lutando. Somos de luta e pelo servidor prisional”, concluiu.

O sindicato somos todos nós, unidos e organizados!

assessoria de imprensa