Sentenciado mata companheiro de cela na Penitenciária de Tupi Paulista

Penitenciária de Tupi Paulista

Um sentenciado da Penitenciária de Tupi Paulista foi asfixiado e morto em estrangulamento feito com um lençol de cama por outro preso. O crime aconteceu na madrugada desta sexta-feira (29). Vítima e autor eram companheiros de cela.

De acordo com informações do delegado Anderson Moisés Vieira, os agentes penitenciários encontraram a vítima já sem vida às 6h30, depois que a contagem dos presos foi feita e a ausência foi constatada.

“Os agentes foram até a cela e a vítima já aparentava estar morta havia um tempo. O autor do crime não precisou o momento do fato, mas acreditamos que o estrangulamento tenha acontecido por volta das 2h desta madrugada”, disse o delegado.

Ainda conforme relatou o delegado, o autor, que confessou o crime, alegou ter “revidado em legítima defesa”, porém, nenhum sinal de luta corporal foi registrado. O delegado também salientou que não houve gritaria na madrugada e que nem vítima nem autor chamaram pelos agentes, o que afugenta a possibilidade de luta.

A vítima tinha 25 anos, cumpria pena de 24 anos por latrocínio e era natural de São Paulo (SP). Já o autor, de 35 anos, é de Arapeí (SP) e cumpre pena por tentativa de homicídio e formação de quadrilha, extorsão, estelionato e roubo, totalizando 20 anos, conforme sua ficha criminal. Ele responderá agora por homicídio qualificado e poderá ter acrescida pena de 12 a 30 anos de prisão.

A perícia foi realizada no local e agora o corpo da vítima foi encaminhado à necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Como houve flagrante, o autor foi encaminhado para a Penitenciária de Presidente Venceslau e aguardará por julgamento.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), somente os dois sentenciados habitavam a cela e o preso alegou que matou o colega “devido a um desentendimento momentâneo entre ambos”. Ainda conforme a pasta, será aberta apuração preliminar e disciplinar para elucidação do caso.

A SAP ainda informou que solicitará à Vara das Execuções Criminais a internação do preso que matou o colega no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), com proposta de permanência por um período de 360 dias.

Fonte: G1

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

One thought on “Sentenciado mata companheiro de cela na Penitenciária de Tupi Paulista

  1. Silvio

    Dois lixos! O diabo veio buscar um, e logo vira atras do outro. E a lei do retorno, uma hora vem a cobrança.

Deixe um comentário