Queimadas oferecem riscos à saúde e ao meio ambiente em Mirandópolis

Preocupados com a saúde da população mirandopolense, os departamentos de Saúde e Meio Ambiente alertam os munícipes para que não façam queimadas de lixo ou de qualquer natureza. Além dos sérios problemas ambientais, estas causam e agravam doenças respiratórias.

O morador que realizar queimadas na área urbana estará sujeito ao pagamento de multa de 100 UFIRMs (Unidade Fiscal de Referência do Município de Mirandópolis) que equivale a R$259,00 conforme prevê a lei municipal nº 2492/2010. O reincidente pagará o dobro. A lei federal Nº 9.605/1998 também prevê reclusão de um a quatro anos, além de multa.

Para evitar problemas, é importante que os moradores deixem tanto o lixo orgânico, quanto as folhas, em sacos de lixo para que a Empresa Monte Azul realize a coleta.

Se o material descartado for resíduos de limpeza de terrenos, a coleta é feita nas datas previstas pelo programa Mirandópolis de Cara Limpa, cujo calendário será entregue junto ao IPTU 2017. Já o resíduo de poda de árvores fica sob a responsabilidade do podador.

Denúncias podem ser feitas ao Departamento do Meio Ambiente através do telefone (18) 3701-4455.

Confira os dias de coleta de lixo (Resíduo Domiciliar Úmido):

Segunda, quarta e sexta-feira nos seguintes bairros: Jardim Miguita, Vila Brasilia, Nossa Senhora de Fátima, São João da Saudade, Colina Verde, São Lourenço de Fátima, Morada do Sol, Sonho Meu, Vale do Sol, Centro A e B.

Terça, quinta e sábado nos seguintes bairros: Jardim Nogara, Santa Paula, Santa Rosa, Labor, Pauliceia, Agostinho Franco, Residencial Ana Maria, Jardim Ipê, Sampaio 1 e 2, Esplanada, Aeroporto, Bela Vista, Amandaba, Primeira, Segunda e Terceira Aliança.

Diariamente: No centro Comercial: entre as ruas Yoshio Nakamura, Adelino Minari, Rafael Pereira e Senador Rodolfo Miranda.

Do Site do Governo Municipal

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário