Presos ganham a rua para saidinha de Natal em Andradina

A Penitenciária de Andradina liberou na manhã desta quarta-feira, 21, os presos que ganharam direito a saidinha de Natal. Segundo determinação da Justiça, a Saída Temporária de Natal e Ano Novo, para o presídio de Andradina ocorreria nesta terça.

Em toda a região, a saída temporária irá ocorrer em três momentos distintos. Parte das penitenciárias teve a saída liberada para esta terça, o segundo grupo sairá dia 28 e um último grupo deve ter a saída autorizada no dia 29 de Dezembro. A penitenciária de Andradina ficou definida no primeiro lote de liberação dos presos e, por isso, eles já foram liberados para passar o Natal com suas famílias.

A Saída Temporária, conhecida popularmente como Saidinha, pe concedida a presos do regime semiaberto, além dos que progrediram para esse regime, mas que por falta de vagas em unidades do semibatero ainda estão cumprindo pena em celas do regime fechado.

Segundo apurou a reportagem, os presos que tiveram este direito na penitenciária de Andradina já foram liberados e terão de retornar para o presídio até as 17h00 do próximo dia 28, ou seja, eles irão passar o Natal com a família, mas terão de retornar para cumprir pena antes do Ano Novo.

Segundo informações obtidas pelo Fatos Regionais, em todas as penitenciárias da região, mais de 1,5 mil presos terão direito a Saidinha. Não há o número divulgado apenas para a Penitenciária de Andradina.

Regras

Existe uma série de regras que os presos precisam cumprir durante o período de Saidinha. Como não ficar fora de suas residências entre às 22h e 07h. Além disso, eles são proibidos de irem para outros municípios, que não o registrado como suas residências. A polícia recebe a lista de nomes dos beneficiados com direito a Saidinha, na lista consta, além dos nomes, os endereços e cidades em que eles precisam estar. Qualquer preso que descumpra as normas é recolhido imediatamente de volta ao sistema prisional.

Um preso que não retorna dentro do horário e data previstos para a penitenciária a fim de cumprir o restante da pena, é considerado foragido pela Justiça e passa a ser procurado.

fonte: Ollair Nogueira

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário