Polícia Civil de Araçatuba prendeu dois moradores do bairro Rosele com mais de duzentos pinos de cocaína, rádios HT e mais de mil reais 

GOE de Araçatuba combatendo o crime de tráfico de drogas, alvo de repressão ao crime bairro Rosele

Policiais Civis do Grupo de Operações Especiais de Araçatuba  receberam  informações de que na rua José Cazerta, bairro Rosele, o indivíduo conhecido por Juninho estaria vendendo drogas, foi solicitado do Poder Judiciário de Araçatuba mandado de busca para o local que foi apontado como ponto de vende de drogas.

A tarde a Polícia Civil de Araçatuba cumpriu o mandado,  foi surpreendida a senhora S.  C.  R.  vendendo entorpecentes para J.  L.  da S.  S.  Com  S foi aprendido quinze pinos de cocaína e cento e cinquenta Reais que estava em uma sacola e dois celulares.

O Grupo de Operações Especiais de Araçatuba foi revista o quarto do filho de S. que não estava no local no inicio da varredura policial, V.  M. D. A.  J.,  foi localizado mais duzentos e vinte pinos com cocaína, uma porção de maconha, novecentos e vinte e um Reais, três rádios de comunicação, uma balança de precisão, papel filme, pó royal e um celular.

No final da varredura policial, V.  chegou no local e assumiu a propriedade da droga e ao saber que sua mãe também iria ser presa resistiu a prisão sendo necessário apoio dos policiais  civis do CIPOL, Fabiano e Reginaldo que  rapidamente e prontamente  ajudaram a equipe do Grupo de Operações Especiais de Araçatuba a usar força moderada para prender Juninho.

Juninho e sua mãe foi levada para a Central de Flagrantes de Araçatuba onde o delegado Plantonista ratificou a voz de prisão sendo Juninho foi encaminhado para Cadeia de Penápolis e sua mãe para Cadeia de Lavínia.

Gazeta da Região Sidy Silva

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário