Polícia Ambiental conduz três homens para Delegacia de Guararapes

Conforme Boletim Ocorrência, a equipe da Polícia Militar Ambiental fazia patrulhamento rural pelo bairro Caramuru nesta noite de segunda-feira (30), por volta das 20h20min quando avistou um indivíduo trafegando pela vicinal Isaias de Sousa Lima no km 01, numa motocicleta com certo volume na garupa.

O condutor da moto conhecido pelas iniciais J.O.S. ao avistar a guarnição abriu fuga sendo abordado na rua Shui, 22, bairro Caramuru, sendo que no endereço citado mora R.F.S.. Ao ser indagado pelo o motivo da evasão ele disse que era pelo fato de está pescando no Rio Aguapeí, fundos da fazenda Pimenta e que seus companheiros vinham logo atrás.

Ao revistar a bagagem que estava na garupa da moto foi localizado um cascudo, uma curimba e 13 bagres totalizando 18,5 kg, sendo que esses são proibidos a pesca no período atual. No momento da vistoria, outra motocicleta com dois ocupantes passou em frente onde foi dada a ordem de parada pelos os policiais, o que não foi obedecida.

Outra moto que vinha na mesma direção foi dado o sinal de parada o qual foi obedecido pelo o condutor R.F.S.. Os três informaram que estavam praticando a pesca no rio Aguapeí em Cachoeira de Salto Botelho, no rio juntamente com os outros dois da motocicleta que se evadiram.

Foi encontrada em posse dos indivíduos uma tarrafa nylon com dois metros de altura, com malha 8, onde eles informaram que o pescado era para consumo próprio e que seria dividido entre os cincos companheiros.

Os Policiais, Pereira, Vinícius e Novais informaram aos indiciados que o pescado encontrado é proibido por ser nativo e proveniente do Rio Aguapeí, sendo essa época de piracema. Os três homens foram conduzidos ao Plantão de Guararapes onde foi determinada a lavratura deste. Todo o material e os peixes foram apreendidos.

Por Arnaldo Alves/Guararapes Sorriso News

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário