Integrante de facção com missão de listar agentes é preso em Prudente

 

Um homem de 35 anos, que confessou ser integrante de uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios, foi preso nesta quinta-feira (3) em Presidente Prudente. O homem tinha como missão “levantar nomes de agentes penitenciários da região”, conforme informou o tenente Augusto Paiva, da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota).

No entanto, nenhuma lista concreta foi divulgada, apenas um caderno com matrículas de detentos e outras “expressões verbais”, conforme relatou o tenente. “Informações passadas pelo serviço de inteligência nos levaram até a casa dele, no Parque Cedral, em Prudente, onde ele e sua esposa foram detidos”, informou.

Na residência, os policiais apreenderam aproximadamente seis quilos de maconha, divididos em tabletes, um caderno com anotações diversas, um notebook e celulares. “Ele e a esposa moravam em Osasco [SP]. Ele tem um ponto de tráfico na cidade e revelou que tentaria montar um ponto em Presidente Prudente também”, disse Paiva.

O tenente contou ainda que o homem já foi responsável por regularizar veículos da facção. “Ele colocava a documentação em dia, pagava os documentos, regularizava tudo. Atualmente, em Prudente, ele tinha a missão de levantar nomes de agentes penitenciários”, explicou o tenente.

Conforme a Polícia Civil, o homem ainda era procurado pela Justiça e nesta quinta-feira, um mandado de prisão de “captura de procurado” foi executado. Conforme os policiais da Rota, o homem havia roubado armamentos em uma empresa de segurança na região metropolitana e estava foragido.

Agora, de acordo com o delegado assistente seccional Marcelo Minari, todo o material apreendido deve ser avaliado. “Um inquérito será instaurado para garimpar todas as informações e suspeitas, saber se haviam outros envolvidos nessa missão de atacar agentes do Estado”, disse.

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário