Fibria recebe peça gigante de 126 toneladas para o projeto Horizonte 2 em Três Lagoas

Peça gigante deve chegar em breve à Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação)

Chegará nos próximos dias em Três Lagoas – cidade localizada a 338 km de Campo Grande- a última grande peça do projeto Horizonte 2, da Fibria. É o tambor lavador de celulose, chamados pelos engenheiros de DDW (Drum Displacer Washer), é o maior do mundo, segundo informa a Fibria.

A peça gigante tem 5,5 metros de diâmetro e 10 de comprimento, tendo sido construída na Finlândia, país nórdico, no norte da Europa. O tambor “lava” a polpa da celulose após os estágios de cozimento e depuração.

Para construir o maior tambor de filtro lavador de celulose do mundo, foram necessários oito meses. E,para chegar em Três Lagoas, entrado no Brasil pelo do Porto de Vitória (ES), precisará percorrer 45 dias de viagem e 2.650 km sendo transportado em carretas até as obras do Horizonte 2.

Para transportar essa grande peça são necessários dois cavalos mecânicos (caminhões) e uma carreta especial, desenvolvidos especificamente para o transporte de grandes peças e equipamentos. O conjunto de cavalos mecânicos mais a carreta possuí um total de 23 eixos, sendo 16 deles apenas na carreta.

Essa quantidade de eixos tem a função de permitir a distribuição uniforme do peso da peça, preservando as vias de circulação. Também é necessária uma autorização especial de trânsito para todo o trecho a ser percorrido, emitida pelo DNIT/DER (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes/Departamento de Estradas e Rodagem).

A Fibria é líder mundial na produção de celulose de eucalipto e uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta.

Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas, além de Eunápolis (BA).

A companhia possui 1.056 mil hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos. A celulose produzida pela Fibria é exportada para mais de 40 países.

fonte: Campo Grande News

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário