Encontrado o corpo do cantor que estava desparecido desde quinta-feira

 

O corpo do cantor Ângelo Boin Neto, de 52 anos, foi encontrado, por volta das 14h deste domingo (20) no Rio Paranapanema. O local fica próximo ao ponto indicado pelos três acusados de serem os autores do crime. O cadáver estava próximo à ponte que divide os estados do Paraná e São Paulo, no Município de Itororó do Paranapanema.

As buscas começaram na manhã desse sábado (19). De acordo com o depoimento dos autores, a vítima foi levada ao local, depois que dois adolescentes, um de 14 outro de 16 anos, com a ajuda de um homem de 25 anos, sequestraram o artista, o espancaram, além de roubarem seu carro, cartões e dinheiro.

Eles abordaram o cantor, que também era bancário, na última quinta-feira (17) no Parque do Povo, em Presidente Prudente. Antes assassinar o homem, os jovens conferiram se as senhas dos cartões, fornecidas por ele, estavam corretas efetuando uma compra para a comprovação.

Em depoimento, os acusados disseram que após desferir vários golpes com o cabo de uma faca na cabeça do bancário, eles o jogaram da ponte.

A Polícia Militar chegou até os acusados na última sexta-feira (18). Eles foram identificados, após o serviço de inteligência da corporação, interceptar uma das compras feitas pelos bandidos. No local havia uma câmera, onde foi possível identificar dois, dos três criminosos.

Segundo a Polícia Civil, só vai ser possível saber se a vítima morreu devido às agressões ou afogada, após sair o laudo atestando a morte, que será feito pelo Instituto Médico Legal (IML), de Prudente.

Até o momento desta publicação, o horário do velório, bem como o enterro, ainda não foram informados pela família.

 

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário