Agentes penitenciários federais de Campo Grande pedem mais segurança no trabalho

Manifestação foi organizada após investigação da PF que descobriu plano de grupos criminosos para executar servidores em várias unidades do país.

Um grupo de 100 agentes penitenciários federais de Campo Grande fizeram uma manifestação na frente do presídio federal, nesta quinta-feira (20), para pedir mais segurança no trabalho.

O movimento foi organizado depois de uma investigação da Polícia Federal que descobriu um plano de grupos criminosos para executar servidores em várias unidades do país.

De acordo com o sindicato, o grupo fez dois minutos de silêncio e uma oração pelos três agentes federais executados nos últimos oito meses no país e pela proteção de todos.

Para ter mais segurança no trabalho os agentes querem o fim da visita íntima para os presos, porque, segundo eles, a visita dificulta o monitoramento da população carcerária. Seriam nesses momentos que aconteceria a troca de informações e ordens entre os grupos criminosos.

De acordo com a direção do presídio da capital, a visita íntima já está suspensa temporariamente até o dia 28 deste mês. O presídio federal de Campo Grande começou a funcionar há 11 anos e tem cerca de 150 presos.

fonte: G1 MS

Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário